Sentimental

Minha foto
"Ela é cheia de sentimentos, parece que suas experiências se manifestam é no dorso do seu colo, e quase sempre, de vez em quando, tudo isso pesa." Clarisse Lispector
"Se é a razão que faz o homem, é o sentimento que o conduz."
Jean Jacques Rousseau

terça-feira, setembro 22, 2009

Sobre o que venho pensando...


Eu estive estranhamente pensando no rumo que as coisas tomam, nas mudanças indesejáveis que temos que passar ao longo de nossas vidas, na perda de pessoas queridas que tanto nos doem a alma e o coração e em como há diversas maneiras de se perder para sempre...
Pensado nas pessoas que nada têm, nas crianças que pouco podem compreender como a vida parece tantas vezes injusta...
Acho que se eu for muito além acabarei entrando um pouco em religião, e não seria um bom assunto para ser abordado, afinal cada qual possui uma maneira diferente de acreditar...
Mas o que acredito de verdade, é que deve existir algo além. Algo além de todos os acontecimentos, um motivo maior para estarmos aqui e passarmos por tantas provações...
Para mim, é tão mais fácil escrever quando algo me dói a alma, quando tudo vai bem a necessidade é menor, e estive reparando em como meu blog andava desatualizado. É, eu realmente me sinto uma pessoa feliz, meus problemas são tão pequenos e precisariam ser aumentados para dar origem a um texto... E a vida já é tão cheia de problemas grandes, que eu não haveria de vir dramatizar os pequenos...
Mas nem sempre foi assim, eu já tive problemas grandes. Grandes demais para alguém tão pequena...
Problemas que eu aprendi a encarar de uma forma muito "minha".
Talvez toda "carga" veio quando eu ainda era muito nova, veio para me colocar em prova e testar como eu reagiria em meio a tudo aquilo, veio para testar minha fé, me fazer aprender e finalmente crescer.
Mas não é disso que quero falar agora, não quero trazer a tona um problema passado.
O que quero realmente dizer é que eu sempre soube que havia um motivo para todos aqueles acontecimentos, um motivo maior, e eu não haveria de querer achar respostas para meus questionamentos... Não agora! Uma hora todas as respostas virão...

E é isso que eu quero dizer: As respostas sempre vem!

Eu acredito que cada um de nós tem uma força interior enorme pra lutar contra todos os obstáculos que irão aparecer no nosso caminho. Uma força que surge, sabe-se lá de onde, e que nos torna capazes de seguir em frente e de mudar o que realmente pode ser mudado.
Somente isso: O que realmente pode ser mudado!
Já me peguei lamentando por tentar alterar o rumo das coisas e jamais conseguir, já lamentei por pessoas amadas serem afastadas de mim mesmo depois de tanto tentar e me revoltei alegando que nada adiantaria “lutar” se no fim tudo acaba sendo em vão.
Hoje aprendi a pensar diferente. Existem "coisas" que fazem parte do nosso caminho, e se "aquilo" que julgamos perdido realmente nos trará algo de bom, e nos é realmente indispensável, “aquilo”, sem grandes esforços retornará para nossa vida, no momento certo.
E é a certeza de que nada na vida acontece por acaso, e de que existe um Deus no controle de tudo, que me faz seguir a vida, deixando que as coisas simplesmente aconteçam... Não acredito que hajam injustiças, apenas diferentes formas de aprendizados, porque no final das contas: Somos todos diferente.

8 comentários:

Juliano disse...

Sim somos todos diferentes. Em todos os aspectos. Gostei do jeito como você abordou isso, acho que a os problemas vem para a gente solucionar, e crescer em cima disso. Uns crescem, outros não. Você consegue entender isso já, sabe que se isso te fara um bem, por mais que doa agora, nada é por acaso mesmo, deus está e sempre esteve no controle de tudo, basta nós querermos enxergar.

Beijooooos Maiçá.!

disse...

Nossa, senti tanta coisa ao ler.. Lembrei também, que fiz o blog por brincadeira e três postagens depois, larguei-o abandonado por meses. Dai, quando eu sofri - por amor - escrevi uma coisa na agenda e pensei.. ''que coisa antiga, escrever em agenda'' lembrei do blog, postei lá.. e desse dia pra cá, escrevi diariamente sobre esse sofrimento de amor, que passou a ser sofrimento de birra.. e finalmente, passou a não ser nada. Hoje, eu leio o que escrevia e penso em como as palavas eram doces e fáceis naqueles dias. :) Agora, não sofro. Mas ainda escrevo.
Maiçá, querida.. escreva sobre suas alegrias. Eu, adoraria sabê-las e esquecer dos problemas -que são pequenos e grandes ao mesmo tempo..


Um beijo, lindaa :)

Quem dançou com ela? disse...

tarda, mas as respostas chegam.

"E a vida já é tão cheia de problemas grandes, que eu não haveria de vir dramatizar os pequenos..."

(Y)

arrazou amiga!

Atroar disse...

belo texto, muito bom mesmo




beijo meu bem :*

Tatiane Trajano disse...

"eu já tive problemas grandes. Grandes demais para alguém tão pequena..."

Sim, e as respostas sem vem! Pode demorar um pouco, mas nunca ficamos sem elas.


Beijo-beijo

Silvia Gonçalves disse...

Adorei este trecho: "se "aquilo" que julgamos perdido realmente nos trará algo de bom, e nos é realmente indispensável, “aquilo”, sem grandes esforços retornará para nossa vida, no momento certo"

Falou e disse muito....

Só fico desesperada tentando juntar as cartas e fazer com que algo fique compreensível e apenas não consigo, e logo me desespero...

É difícil passarmos pelos momentos críticos da nossa vida e mantermos a fé viva... muito difícil...

Eu digo isto com toda a sinceridade.. que não sei se passarei por esta prova....

Tá muito difícil!!

bjos

A Madrasta Má disse...

Olá, confira seu número para o sorteio da promoção "Mulheres por que será que elas?" que será relizado hoje! Aproveitando tem presentinho para você lá no blog, obrigada pois com a sua linda participação a minha felicidade foi completa! boa sorte e bjinhos da Madrasta!

Silvia Gonçalves disse...

Flor...

Selinho pra vc....
Está no décimo quinto deste link: http://pensamentosdasil.blogspot.com/2009/08/bombardeio-de-selos.html

Bjinhos............